O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Das lavouras geladas do Paraná, ao serviço público de Cantagalo

Elson Gomes, de 63 anos, após trabalhar 38 anos na Prefeitura de Cantagalo, na Região Serrana do Rio, aposentou-se. Natural do distrito de São Sebastião do Paraíba – onde vive, ele conta ao repórter Sebastião Paula sua migração das lavouras geladas do Paraná ao serviço público de Cantagalo.

Nascido em São Sebastião do Paraíba, Elson Gomes mudou-se aos 7 anos de idade, juntamente com sua família, para o estado do Paraná, mais precisamente para cidade de Cianorte, onde trabalhou em lavouras de café e algodão, junto de seus irmãos: Lélio, Sônia, Sirley, Márcia e Wilian e seus pais: Wilson S. Curty e Zilete G. Curty.

Ficaram em São Sebastião do Paraíba duas irmãs: Girlane e Marilene. Após muitos anos vivendo no Paraná, onde também trabalhou na zona rural de Rolândia, aos 16 anos retornou para o distrito de Cantagalo, continuando na lavoura até 1983, quando entrou para prestar serviços braçais à Prefeitura de Cantagalo.

O paraibano conta que sofreu muito com o inverno rigoroso do Paraná, por isso, alguns anos depois, retornou com a família para a terra natal de São Sebastião do Paraíba. Lá, não levavam uma vida fácil, pois mudavam constantemente de uma fazenda para outra, com muito trabalho pesado.

Funcionário exemplar, trabalhando nos governos de Nilo Guzzo, Geraldo Guimarães, Wilder de Paula, Saulo Gouveia e Guga de Paula, Elson Gomes Curty é um exemplo a ser seguido pelos servidores mais jovens. Entre os serviços prestados, destaca-se o de gari e coveiro.

Atualmente aposentado, Elson é casado com Roseli Bastos Curty, têm duas filhas: Cláudia e Marina e dois netos – sendo que mais um está a caminho. Hoje ele pode desfrutar tranquilamente de sua aposentadoria no lugar que tanto ama e por décadas prestou serviços.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais