O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Dispensado em Itaocara, médico de doenças raras fecha com Casimiro de Abreu

Dispensado em Itaocara, médico de doenças raras fecha em Casimiro de Abreu

Após tentativas de se acertar com a Prefeitura de Itaocara, o renomado médico geneticista e pesquisador de doenças raras Dr. João Gabriel Daher acabou se acertando com a Prefeitura do município de Casimiro de Abreu, onde irá atender Centro de Referências e Especialidades Médicas Manoel Marques Monteiro.

O médico cuidava de forma gratuita inúmeros pacientes que necessitam de medicação controlada no Hospital Municipal de Itaocara. Mas infelizmente, o atual governo municipal não se acertou com Dr. João Gabriel Daher, que nas gestões passadas tinha contrato renovado sempre no início do ano.

O renomado médico e professor Dr. João Gabriel Daher é referência no Brasil e no exterior em doenças raras. Ele foi tema, inclusive, de documentários da Discovery Channel falando sobre tipos de doenças raras. Com uma vasta formação na área, ele é referência mundial no assunto.

Quem vai se beneficiar com os cuidados do médico são os moradores de Casimiro de Abreu, cujo a Prefeitura Municipal já anunciou sua contratação. “Contratado pela Secretaria de Saúde, nesta semana, João Gabriel atende de quinze em quinze dias pacientes com as mais variadas doenças, a maioria desconhecida para a maior parte da população” – publicou.

https://www.facebook.com/prefeituradecasimirodeabreu/videos/486014322573276/

A estimativa é que em Casimiro de Abreu haja 3.600 pessoas com algum tipo de doença rara. Segundo a Prefeitura, o objetivo é dar apoio a essas pessoas por meio do tratamento, inclusive pacientes com síndrome de Down, disse o médico, acrescentando que 80% dessas doenças são de origem genética e atingem crianças.

Entre essas doenças estão o lúpus – doença que pode afetar múltiplos órgãos e tecidos-, artrites reumatoides, espondilite anquilosante – artrite inflamatória que afeta as articulações da coluna, causando rigidez e dor nas costas-, entre outras.

O médico alerta que muitas pessoas podem ter uma doença rara sem saber. Por isso é preciso estar atento a alguns sinais, como o atraso do desenvolvimento em crianças: baixa estatura e alterações na face e no corpo. Em adultos, sintomas mais comuns são formigamentos nas pernas e nos braços, alteração de pele e casos de insuficiência renal precoce.

“O desafio com todas elas é encontrar o tratamento adequado, que acolha tanto o paciente quanto sua família. Além disso, a falta de equipamentos, o desconhecimento dos profissionais de saúde, o desconhecimento das instituições tanto públicas quanto privadas em relação ao tratamento, são dificuldades que se apresentam para o portador de uma doença rara” – disse ele.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais