Homem em fúria agride profissionais da saúde e quebra Hospital de Cordeiro

Homem em fúria agride profissionais da saúde e quebra Hospital Antônio Castro de Cordeiro

Um homem em fúria quebrou parte do Hospital Antônio Castro, em Cordeiro, na Região Serrana, após ter se negado a passar por procedimentos padrões de higienização e triagem. O caso ocorreu na noite deste domingo (22/03). De acordo com informações de uma profissional que trabalha na unidade, “o Hospital de Cordeiro foi depredado, médico agredido e técnicos de enfermagem agredidos, por um indivíduo que achou que não deveria passar pela triagem.” Portas e placas quebradas e rastro da fúria pela unidade.

Esse foi o resultado do estresse de um homem que acompanhava seu pai no pronto atendimento do Hospital Antônio Castro. O homem teria levado o pai doente para ser atendido na unidade hospitalar de Cordeiro, porém, ao ser pedido para higienizar as mãos e passar pela triagem, o mesmo sentiu-se ofendido e não se conteve.

A medida começou a ser adotada pelos profissionais de saúde da unidade, após a pandemia de coronavírus no país. Pois o município de Cordeiro trabalha para a não propagação dos vírus, como hoje, quando foram interditados parquinhos infantis, praças e academias ao ar livre na cidade.

“Se você ainda não entendeu o que a gente vive na área da saúde todos os dias, tá aí uma pequena parcela. Em meio a uma epidemia que está dizimando a população pelo mundo, ainda temos que atravessar situações como essa. Sinto muito pela equipe. Pelo hospital de Cordeiro. Estamos preparando tudo pra enfrentar dias difíceis. Fazendo obra. Melhorando o prédio. As estruturas. Pra vir alguém e acabar com tudo em questão de minutos”, disse a profissional de saúde.

No entanto, a Polícia Militar de Cordeiro rapidamente socorreu a equipe e tomou as providências cabíveis quanto ao caso, detendo o homem em fúria. Mas o caso está sendo registrado na 154ª DP.

Veja também: