Lá vem o rebocador, dando valor as coisas pequenas

Lá vem o barco rebocador, dando valor as coisas pequenas

Há alguns anos fiz uma viagem de navio pela costa brasileira até a Argentina. O navio que viajamos era enorme, com 13 andares (decks), e podia acomodar aproximadamente 3.000 passageiros. O tamanho do transatlântico impressionava a todos que estavam ansiosos para embarcar.

Passamos dois dias navegando até chegar ao porto de Buenos Aires, e o grande navio se sobressaia em alto mar, mas ao chegar no porto argentino um fato chamou a atenção. Mesmo sendo grande e luxuoso, o navio não conseguia fazer grandes manobras para o aportar e uma pequena embarcação, chamada de barco rebocador se uniu ao navio por cabos de aço e o puxou até o porto. O barco rebocador era minúsculo em relação ao transatlântico, mas tinha a força necessária para conduzi-lo ao seu objetivo final.

Muitas vezes o que temos em mãos é aparentemente pequeno que nem gastamos tempo com isso. A Bíblia conta a história de uma viúva que não tinha “nada” em casa e precisava pagar as dívidas de seu finado esposo, caso contrário, seus próprios filhos seriam levados como escravos para o pagamento da dívida. Aflita, a viúva procurou o profeta Eliseu, “Eliseu perguntou: — O que posso fazer por você? Diga! O que é que você tem em casa?

— Não tenho nada, a não ser um jarro pequeno de azeite! — respondeu a mulher.” (2 Reis 4.2). A viúva se lembrou da pequena coisa que tinha, um pequeno jarro de azeite e foi isso que Deus usou para fazer o milagre na família da viúva. “Então a mulher foi para casa com os filhos, fechou a porta, pegou o pequeno jarro de azeite e começou a derramar o azeite nas vasilhas, conforme os seus filhos iam trazendo. Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela perguntou se havia mais alguma. — Essa foi a última! — respondeu um dos filhos. Então o azeite parou de correr. Ela foi e contou ao profeta Eliseu. Aí ele disse: — Venda o azeite e pague todas as suas dívidas. Ainda vai sobrar dinheiro para você e os seus filhos irem vivendo.”  (II Reis 4:5-7)

Em nossa vida muitas vezes não valorizamos as pequenas coisas e nos esquecemos delas, mas, podem ser essas pequenas coisas que serão o instrumento de Deus para nos abençoar. Portanto, peça a Deus para que Ele te ajude a reconhecer o “rebocador” que te ajudará a chegar ao porto.

Por Marianny Camara

 

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.