Exposição Itinerante da Imigração Suíça chega a Cordeiro

Exposição Itinerante da Imigração Suíça chega a Cordeiro

Um pouco da história da comunidade suíça no Brasil. Assim está sendo a Exposição Itinerante ‘A imigração da Suíça de 1818 aos nossos dias’, contada de forma criativa e subdividida em diversas etapas, incluindo o acordo para a emigração, a origem das famílias imigrantes e a viagem.

A exposição desembarcou em Cordeiro nesta terça-feira, 22 de outubro, onde permanece aberta à visitação gratuita até o próximo domingo, dia 27, no Centro Cultural Ione Pecly. Durante a cerimônia de inauguração, o curador da mostra, Geraldo Thurler, fez um breve relato sobre alguns dos motivos da colonização, deu detalhes pitorescos da viagem e falou sobre como foram feitos os acordos dos territórios no Brasil.

Segundo o relator, aproximadamente 2.000 pessoas vieram da Suíça para o Brasil, contudo, apenas 1.000 conseguiram chegar ao destino final. As famílias que sobreviveram à viagem chegaram a nosso país e muitas se estabeleceram em Nova Friburgo, cujo território à época ainda pertencia ao município de Cantagalo.

Afirmando ter ficado feliz com a escolha de Cordeiro para também sediar a exposição, o prefeito Luciano Batatinha participou da inauguração ao lado da vice-prefeita Maria Helena. Ambos exaltaram a fundamental contribuição dos imigrantes suíços para a cultura de toda a região, onde também residem dezenas de descendentes.

Exposição Itinerante da Imigração Suíça chega a Cordeiro

Empolgado com o que recebeu no Centro Cultural, o secretário de Cultura Zica Medeiros disse que vale muito à pena visitar a Exposição Itinerante, que conta com um uniforme original da Guarda Suíça do Vaticano, que foi doado por um ex-soldado. Também estão expostas fantasias de carnaval da Unidos da Tijuca, que através do saudoso Clóvis Bornay homenageou a imigração, e uma miniatura do navio cargueiro.

A solenidade foi fechada pelo Coral ‘Os Quintos de Macuco’, com estudantes de escolas da cidade vizinha, que sob-regência de Marcelo Juliano brindaram o público com canções como ‘Simples e Romântico’, de Nicolas Germano; o sucesso imortalizado na voz de Adriana Calcanhoto, ‘Avião sem Asa’; e o ‘Trenzinho do Caipira’, do genial Villa Lobos. Também participaram representantes da OAB-Cordeiro, secretários de Governo e os vereadores Fabíola Bianchini e Thiago Macedo.