O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Morador de Petrópolis filma o que pode ser a primeira onça branca do mundo

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realiza um trabalho de monitoramento do que seria a única onça branca conhecida, até então, em todo o mundo. É possível que o animal filmado seja a onça-parda ou suçuarana com uma mutação genética chamada leucismo (quando a pelagem não possui melanina e fica branca, porém, os olhos do animal são pigmentados).

Um felino com essas características já havia sido registrado por câmeras de monitoramento em 2013 no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, área preservada de Mata Atlântica que abrange a região de Teresópolis (RJ), a 60 quilômetros de Petrópolis. Tempos depois, em 2018, um artigo científico inclusive foi publicado a respeito.

Na época, a expectativa era reencontrar o felino para realizar pesquisas mais aprofundadas sobre a anomalia do animal, nunca registrada antes para uma onça-parda. Mas o felino nunca mais foi visto.

Recentemente, um morador da região do Kalembe, em Nogueira, distrito de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, filmou um felino branco caçando em uma pedreira da região com todos os indícios de que se trata mais uma vez de uma onça-parda.

Leucismo

A descoberta do leucismo na onça-parda abre caminho para estudos genéticos e evolutivos da coloração animal em populações naturais e aspectos de conservação.

Os pesquisadores não descartam a possibilidade da onça filmada ser a mesma encontrada em 2013, já que as onças utilizam uma extensa área para deslocamento.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!