O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Operação busca grupo de traficantes em Cantagalo, Itaocara, Aperibé e São Fidélis

A Promotoria de Justiça realiza na quarta-feira, 8/3, a operação intitulada Casa de Papel, para cumprir 12 mandados de prisão temporária e 23 de busca e apreensão contra um grupo de traficantes de drogas no interior do estado do Rio de Janeiro.

A operação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) é realizada com o apoio da 135ª Delegacia de Polícia e do 36º Batalhão da Polícia Militar, e conta com o auxílio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ).

Já nas primeiras horas de operação foram presos oito alvos. Os mandados expedidos pela Justiça estão sendo cumpridos nas cidades de Itaocara, Aperibé, São Fidélis e Niterói, dois presídios e ainda em Cantagalo, na Região Serrana.

A operação foi batizada com o nome Casa de Papel pelo fato de um dos principais envolvidos se autointitular “professor”, utilizando a foto do personagem da série em seu perfil de WhatsApp.

Investigações

As investigações do Ministério Público tiveram início em julho de 2022, com a identificação de traficantes de drogas da região por meio de escutas telefônicas autorizadas pelo Poder Judiciário. Os denunciados pelo crime de tráfico de drogas atuam em três grupos distintos, sendo um deles responsável pelo comércio ilegal de entorpecentes na região, o segundo utilizando-se dos recursos do tráfico para armazenar ilegalmente armas e praticar roubos em cidades vizinhas, como Aperibé e Santo Antônio de Pádua, e o terceiro traficando drogas em um motel do município, localizado na mesma rua do Fórum de Itaocara.

“Durante as investigações foram identificados três grupos associativos principais e distintos. Importante ressaltar, como feito em outras operações deflagradas nesta Comarca, que em Itaocara não há disputas entre grupos, mas sim cooperação, o que faz com que grupos relativamente independentes acabem se auxiliando quando há escassez de drogas”, destaca um dos trechos da denúncia encaminhada à Vara Única de Itaocara.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!