O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Protesto contra transferência de alunos em distrito de Carmo

Pais e alunos protestaram contra o fechamento do segundo segmento da Escola Municipal Luiza de Araújo Braz, no distrito de Córrego da Prata, em Carmo, na Região Serrana do Rio. Uma reunião organizada pela Associação de Produtores Rurais e Moradores de Córrego da Prata (APRUMCOP), contou com a presença do prefeito Sérgio Soares , vereadores e da secretária de Educação do município.

Durante reunião no último dia 02 de junho, no pátio da Escola Municipal Luiza de Araújo Braz, o Poder Executivo indicou que faria escola em tempo integral no distrito e que a transferência de 44 alunos para a Ilha dos Pombos geraria uma economia aos cofres públicos. Os ânimos se exaltaram, pois a comunidade de Córrego da Prata acredita que tal medida seria um pontapé inicial para o fechamento total da escola.

Prefeito, vereadores e secretária foram embora diante de exposição de cartazes e gritos como “queremos ficar”, por parte dos alunos e responsáveis. “Uma mudança tão abrupta e inconsequente. Os cidadãos discordam da decisão tomada sem prévia comunicação ou consulta da população, demonstrando total desrespeito ao Estado Democrático de Direito, caracterizado pela não participação da população nas tomadas de decisão, a fim de verificar a legalidade do procedimento adotado” – disse a APRUMCOP.

Em Cantagalo, um caso semelhante, no ano de 2019. A Escola Municipal Joarez da Conceição Bon, na localidade de Campo Alegre, foi fechada de modo grotesco e sem reunião com responsáveis de alunos. Os estudantes foram transferidos para a escola de São Sebastião do Paraíba, sendo que os pais eram contrários a decisão. “Escola não se fecha, se investe” – disse uma mãe na ocasião.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!