O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Cláudio Castro cumpre agenda em Macaé após atentado contra seguranças

Em visita a cidade de Macaé, no Norte Fluminense, na tarde de quarta-feira (15/06), o governador Cláudio Castro entregou ordens de serviços para o início das obras da duplicação da ponte Ivan Mundim (ponte da Barra) e a reforma do Calçadão da Rui Barbosa.

A visita do governador aconteceu mesmo após o atentado contra sua equipe de segurança na manhã do mesmo dia, onde um policial foi baleado e teve um dedo amputado. A equipe atacada pelos criminosos era composta por agentes de segurança, que avaliam as condições do terreno, para garantir a chegada do governador.

Claudio Castro não estava no local no momento do ataque. O GPS indicou uma rua, na comunidade Nova Holanda, e quando os agentes entraram, foram alvejados pelos criminosos. Uma van que seria utilizada para os deslocamentos das autoridades durante a agenda do governador, chegou a ser levada pelos traficantes.

Operação

Após o atentado contra a equipe de seguranças do governador, uma operação policial se desencadeou na Nova Holanda. Um homem foi preso com um rádio transmissor na noite desta quarta-feira (15). Ele é acusado de envolvimento no ataque a seguranças do governador Cláudio Castro durante a tarde, que deixou um policial com o dedo amputado após ser baleado.

1655390755327093

Conforme a Polícia Militar (PM), os agentes realizavam um diligência na comunidade quando tiveram a atenção voltada para o criminoso. Ele foi abordado com o rádio portátil, que estava ligado na frequência do tráfico de drogas local. O criminoso foi encaminhado para a 123ª Delegacia de Polícia e permaneceu preso. Um outro homem de 22 anos, também foi reconhecido pelos agentes da comitiva do governo por estar envolvido no ataque.

Pouco depois, mais um homem identificado como R.W. foi preso no bairro Fronteira, por posse ilegal de arma de fogo. A PM encontrou uma pistola municiada em um bar na Rua Dr. Manoel Marques Monteiro. Conforme a ocorrência, agentes do Grupamento de Ações Táticas (GAT) receberam informações de que um traficante da comunidade Nova Holanda havia entregue a arma a um elemento conhecido como Fabrício R.S. para que ele a guardasse no estabelecimento.

Ao chegar no bar, os policiais foram recebidos por R.W. que, ao ser indagado sobre Fabrício, disse que ele tinha acabado de sair. Após buscas no local, os militares encontraram, embaixo de um freezer, uma pistola calibre 9 mm com 21 munições intactas e um rádio transmissor ligado na frequência do tráfico da Nova Holanda.

Foi dada voz de prisão ao homem, que foi encaminhado para a 123ª Delegacia de Polícia (123ª DP), permanecendo preso.

Empresas apoiam a informação de qualidade

Veja também
error: Content is protected !!