O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Volta às aulas: Redes estaduais e municipais preveem aulas presenciais

Em meio à onda de casos de Covid-19 provocada pela variante Ômicron, a rede educacional do Rio de Janeiro se divide sobre o retorno às aulas presenciais, inicialmente planejado para ocorrer nos primeiros dias de fevereiro na maioria das cidades.

Na rede estadual, o começo do ano letivo, que acontecerá de maneira presencial, segue marcado para o próximo dia 7. O mesmo ocorrerá na rede municipal na grande maioria das 92 cidades do Estado do Rio de Janeiro, de modo presencial e obrigatório. Algumas escolas ofertarão também a forma híbrida de ensino.

Algumas prefeituras não descartam mudar o modelo caso a situação sanitária mude. Na semana de 7 a 11 de fevereiro começa as aulas 100% presenciais na rede estadual. Na rede municipal de ensino, a maioria das cidades adotará o presencial e obrigatório, exceto para alunos com comorbidade ou impedidos por algum motivo médico, que poderão ter aula de forma remota.

O retorno ao modo presencial está associado a alguns protocolos que já estavam sendo adotados, como o uso obrigatório de máscara, o escalonamento dos horários de intervalos e a comunicação imediata à direção dos casos suspeitos de Covid-19. As unidades determinam o fim do cartão-alimentação e das cestas básicas às famílias dos alunos, já que a partir de agora os estudantes poderão se alimentar nas escolas.

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc) mantém o seu plano original de retorno às aulas. A retomada do ensino presencial terá um papel de conscientização a respeito das medidas de prevenção ao contágio. Todavia, a pasta diz que “caso haja alguma orientação do não retorno às atividades pedagógicas presenciais, a secretaria está preparada para o ensino remoto”.

Veja também
error: Content is protected !!