O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Nova empresa deve assumir transporte coletivo em Cantagalo no próximo ano

Uma nova empresa deve assumir o transporte público coletivo no município de Cantagalo, na Região Serrana do Rio, ainda no início do próximo ano. Na edição nº 881 do Diário Oficial, a Prefeitura Municipal manteve a caducidade da concessão pública à empresa Expresso Pinto & Palma, contudo, mantendo seus efeitos até 16/01/2022, dessa forma, a empresa é obrigada a manter o funcionamento e operação das linhas municipais até a referida data.

Segundo informações apuradas pelo Serra News, a empresa Transportes São José, do município de São José do Vale do Rio Preto, estaria interessada na concessão do transporte coletivo urbano da cidade. Seus representantes legais teriam participado por duas vezes dos procedimentos licitatórios, entretanto, devido a exigências relacionadas ao número de coletivos impostas no edital, o negócio não foi fechado e o certame passará por alteração de cláusulas – conforme sugestão da Secretaria de Defesa Civil e Trânsito.

Os desdobramentos pra conceder a uma nova empresa o transporte público na cidade se deu a partir do dia 14 de outubro, onde motoristas e funcionários da empresa Expresso Pinto & Palma realizaram uma paralisação dos ônibus em Cantagalo. Na ocasião, motoristas estacionaram ônibus das linhas de distritos e bairros em frente à Câmara Municipal de Cantagalo, como forma de protesto. Logo em seguida, prosseguiram acompanhados de vereadores à Prefeitura Municipal, onde houve tumulto. (Reveja)

A Prefeitura de Cantagalo encerrou em setembro um contrato com a Expresso Pinto & Palma, para a operação do transporte municipal de passageiros. A caducidade da concessão pública foi declarada no Decreto Municipal nº 3.704/2021, de 14 de setembro de 2021. Se manteve em vigor o contrato referente ao transporte intermunicipal da linha Cantagalo x Cordeiro. De acordo com o governo municipal, a empresa não cumpria os requisitos impostos no contrato de concessão.

Com ônibus desgastados, documentos vencidos e frota sucateada, a atual empresa de ônibus é alvo de constantes reclamações no município. Com a adequação do edital de concessão para a exploração do serviço público de transporte coletivo em Cantagalo, a previsão é que uma nova empresa comece a operar na cidade no início de 2022.

Tumulto e rodoviária vazia: paralisação de ônibus afeta população de Cantagalo

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais