O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

CSN fecha acordo para compra da unidade brasileira da LafargeHolcim

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) informou, no dia 10 de setembro, que sua controlada CSN Cimentos celebrou contrato por meio do qual pretende adquirir 100% das ações de emissão de LafargeHolcim.

O negócio foi avaliado pelo valor base de US$ 1,025 bilhão. O fechamento da operação, que envolve pagamento em caixa, está sujeito à aprovação por parte da autoridade concorrencial.

O grupo tem operações em nove estados: São Paulo, Rio de Janeiro – onde conta com uma fábrica em Cantagalo, na Região Serrana, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Goiás. Segundo a empresa, são dez plantas industriais e 1.400 funcionários em todo o Brasil.

“A aquisição da sociedade acima mencionada adiciona uma capacidade produtiva à da CSN Cimentos de 10,3 milhões de toneladas de cimento por ano (MTPA) por meio de plantas de cimentos estrategicamente localizadas no Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, além de substanciais reservas de calcário de alta qualidade e unidades de concreto e agregados”, destacou a CSN.

No comunicado, a siderúrgica destaca que são esperadas relevantes sinergias operacionais, logísticas, de gestão e comerciais, com espaço para evolução de mix de produtos e expansão da base de clientes.

“Este movimento se insere na estratégia de expansão da CSN Cimentos em meio à recuperação do consumo de cimento no Brasil, demonstrando a capacidade da empresa de assumir papel de destaque no setor”, afirmou a companhia.

Com o fechamento da operação, a CSN Cimentos passará a ter uma capacidade total de 16,3 MTPA e presença cada vez mais abrangente no território nacional como um produtor relevante e de baixo custo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais