O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Búzios é a primeira cidade do Brasil a liberar a cannabis medicinal

Depois de muitas discussões, a Prefeitura de Búzios, na Região dos Lagos do Rio, avançou no tratamento de crianças autistas e aquelas que apresentam crises convulsivas recorrentes ao autorizar a prescrição do canabidiol. A proposta de liberação do receituário para aquisição do medicamento foi aprovada no último dia 20, durante a VIII Conferência Municipal de Saúde, realizada pelo município no Espaço Cultural Zanine.

Búzios é a primeira cidade do Brasil a incluir a cannabis medicinal na Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (Remume). O assunto já havia sido pauta da conferência de 2019 e, nesta edição, foi aprovado por unanimidade.

A conferência tratou do tema “Saúde Mental: Direito e Compromisso de Todos — Consolidar Avanços e Enfrentar Desafios”. Na ocasião os participantes apresentaram projetos sobre a temática do evento e, além da prescrição do canabidiol como potencial terapêutico, também foi proposto facilitar o acesso ao medicamento gratuitamente.

“Hoje temos no município de Armação dos Búzios cerca de 300 crianças autistas e não temos, ainda, o número total de crianças portadoras de transtorno mental. Não só as crianças autistas serão beneficiadas, mas também aquelas que apresentam crises convulsivas recorrentes”, disse a Secretaria de Saúde de Búzios.

O projeto é inovador no país e vai beneficiar principalmente quem não tem condições de arcar com os custos do medicamento, que importado custa em torno de R$ 2 mil. A Prefeitura de Búzios disse que a Secretaria de Saúde está preparando uma nota técnica referente aos benefícios da cannabis medicinal.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais