O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Areal recebe título de Cidade da Uva; Cônsul da Itália visitou a cidade

O projeto de lei que concede a Areal, na Região Serrana do Rio, o título de Cidade da Uva, foi aprovado na terça-feira (10/8) pela Alerj, e deve ser sancionado nos próximos dias pelo governador Cláudio Castro (PL). O mérito vai ajudar a transformar a região num polo de enoturismo, com produção média de 40 mil garrafas de vinho.

Atualmente, são mais de 40 mil pés de uva para produção de vinhos. E Areal, em breve, terá a réplica de uma vila da Toscana, na Itália, com opções de hospedagem e gastronomia 7 estrelas na região.

Na semana passada, o deputado Marcus Vinícius – um dos autores da honraria – integrou uma comitiva que recepcionou o Cônsul da Itália, Paolo Miraglia Del Giudice, em visita à Vinícola Julioca, na Fazenda São João do Penedo.

Na presença dos secretários de Estado de Agricultura, Marcelo Queiroz, e de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah, o cônsul recebeu uma carta do prefeito de Areal, Gutinho Bernardes, para levar ao prefeito da pequena cidade italiana de Montalcino, que possui semelhanças com o município de Areal.

Areal recebe título de Cidade da Uva; Cônsul da Itália visitou a cidade

 

Montalcino também é uma cidade do interior que produz vinhos e possui diversas vinícolas. A ideia é que, no dia 10 de abril do próximo ano, data em que o município completará 30 anos de emancipação politico-administrativa, Areal seja consagrada a cidade irmã de Montalcino.

“Areal, assim como todo interior do Rio, tem muitas possibilidades de desenvolvimento. Agradeço ao governador Cláudio Castro por olhar com carinho. O título de Cidade da Uva, junto com a conexão entre a Itália e o Brasil, vão potencializar o comércio e a hotelaria, gerando mais empregos no município”, afirma o deputado Marcus Vinícius.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais