O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Aperibé: Animais reaparecem na Serra da Bolívia após preservação ambiental

Trilheiros e moradores de Aperibé, no Noroeste Fluminense, estão encantados com o reaparecimento de variadas espécies na Serra da Bolívia. No local e em adjacências, todo ano era costume o ato criminoso das queimadas que consumia praticamente toda vegetação nativa, mas após os projetos de preservação ambiental, diversas áreas de matas estão protegidas.

Símbolo do município de Itaocara, a Serra da Bolívia fica na cidade de Aperibé. Esse patrimônio natural é conhecido como Serra Elefante devido a sua formação rochosa em formato de um elefante deitado. Às margens do Rio Paraíba do Sul, a montanha tem cerca de 400m de altitude e está sendo tombada como área de preservação ambiental.

O Decreto nº 524, de 30 de julho de 2013, criou a Área de Proteção Ambienta (APA) Serra da Bolívia. De lá para cá, outros projetos de cunho ambiental começaram a ser desenvolvidos para a proteção da vida silvestre no município. Com isso, os locais de área degradada pelo fogo anualmente, começou a ser protegido e preservado, tanto pelo poder público, quanto pela comunidade.

Aperibé: Animais reaparecem na Serra da Bolívia após preservação ambiental

O refúgio da vida silvestre abrange uma área verde de mata atlântica de 46 hectares protegida. Já a Área de Proteção Ambienta (APA) Serra da Bolívia compreende uma área verde de 1.667 hrctares no entorno do monumento natural. A Secretaria de Meio Ambiente de Aperibé pede a comunidade para que participem e ajudem a elaborar a identidade visual da APA Serra da Bolívia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais