O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Friburgo: Cobertura do Córrego do Relógio era reivindicação do Vila Amélia

Friburgo: Passarela sobre Córrego do Relógio era reivindicação do Vila Amélia

Na tragédia climática de 2011, o calçadão de concreto sobre o Córrego do Relógio da Vila Amélia, em Nova Friburgo, foi completamente arrancado. Três anos depois, em 2014, uma obra de revitalização do governo federal em parceria com a prefeitura fez a instalação de decks de madeira em toda extensão, cobrindo o córrego na Rua Teresópolis. Uma obra orçada em 900 mil reais. E o que era pra ser uma solução paliativa, acabou permanecendo até a tragédia deste sábado – dia 6 de fevereiro de 2021.

Parte da cobertura de madeira do Córrego do Relógio, na Rua Teresópolis, no bairro Vila Amélia, em Nova Friburgo, cedeu e quatro carros caíram na galeria. A Defesa Civil esteve no local e interditou a rua, mas essa é apenas uma medida de segurança, uma vez que, de acordo com a avaliação inicial, o acidente ocorreu por causa do rompimento do muro de contenção da galeria, possivelmente provocado pelo grande fluxo de água.

https://www.facebook.com/serranewsrj/videos/273128570900741/

De acordo com moradores, essa era uma reivindicação constante da comunidade. O problema é que as madeiras sofreram com a ação do tempo e há algum tempo vinha soltando, dando dor de cabeça para moradores do bairro e dando tombos em transeuntes que por ali passavam. Oito anos depois, o muro de contenção feito em 2014 para implantar a cobertura de madeira, veio a desabar e engolir quatro veículos que estavam estacionados na Rua Teresópolis. Por sorte, ninguém ficou ferido.

Antes da tragédia de 2011, a cobertura do Córrego do Relógio era feita de placas de cimento, no entanto, a força das águas do córrego em decorrência de uma das maiores tragédias climáticas do país arrancou as placas. Depois disso, foi feita uma obra e colocadas as tábuas de madeira para cobrir a galeria. A intervenção, que a princípio era paliativa, acabou se tornando permanente.

Bairro Vila Amélia em Nova Friburgo atingido pela tragédia climática de 2011

Verba

Em nota, a Defesa Civil de Nova Friburgo informou que o Poder Executivo se reuniu em janeiro deste ano com a Caixa Econômica para ver a situação do convênio relacionado a obra de cobertura do Córrego do Relógio, na Vila Amélia.

De acordo com a Prefeitura, a empresa responsável abandonou a obra há cinco anos, no entanto, existe uma quantia de cerca de R$ 400 mil, que está bloqueada na conta do município neste mesmo período. A administração municipal agora busca restabelecer o convênio com a Caixa Econômica para poder acessar esse recurso e concluir a internação no bairro.

https://www.instagram.com/p/CK9nBKuBeIu/

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais