Wilson Witzel inaugura duas escolas cívico-militares em Miracema e Pádua

Wilson Witzel inaugura duas escolas cívico-militares em Miracema e Pádua

O governador Wilson Witzel inaugurou, na quarta-feira (5/08), mais dois colégios vocacionados ao ensino cívico-militar, desta vez no Noroeste Fluminense. No início da tarde, o governador, acompanhado dos secretários de Educação, Pedro Fernandes; de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro; e do prefeito de Miracema, Clóvis Tostes; inaugurou o Colégio Professora Sônia do Amaral Torres, que tem quatro turmas em horário integral, totalizando 120 alunos.

– Em 2019, conseguimos pagar todos os salários do funcionalismo público fluminense. E, ainda, investimos no turismo e na educação. Nosso governo vai devolver ao Rio de Janeiro a dignidade e a esperança das nossas crianças para que tenham um futuro melhor, emprego e, certamente, possam se orgulhar do estado. Nossa meta é entregar cem dessas escolas até o fim do mandato, mas temos informação de que a demanda é muito maior – disse Witzel.

Mais tarde, em Santo Antônio de Pádua, o governador inaugurou o Colégio Subtenente PM Cláudio Hentzy Ferreira acompanhado do prefeito do município, Josias Quintal.

Escola de ensino cívico-militar em Santo Antônio de Pádua

Pois já são 12 escolas em 11 municípios vocacionados ao ensino cívico-militar e o objetivo é chegar a cem escolas até o fim de 2022. Os estudantes terão disciplinas da Base Nacional Comum Curricular, além de conhecimentos específicos do ensino cívico-militar.

Além de Miracema e Santo Antônio de Pádua, as novas unidades estão situadas na capital, São Gonçalo e Rio Bonito, na Região Metropolitana; Areal, Carmo e Cordeiro, na Região Serrana; Araruama, na Região dos Lagos; Três Rios, na Região Centro-Sul; e Resende, no Sul Fluminense.

– Com a ajuda do governador, tivemos, em 2019, o menor índice de evasão escolar da história do Rio de Janeiro. Praticamente zeramos o déficit de professores, que era de 15 mil profissionais. Além disso, a rede estadual, que no início dessa gestão só tinha 4% das escolas climatizadas, agora já tem 70% – disse Pedro Fernandes, agradecendo também o apoio da Polícia Militar no projeto dos colégios cívico-militares.

Alunos comemoram

Maria Clara, de 16 anos, aluna do primeiro ano do Ensino Médio, estava feliz de ter conseguido uma vaga no colégio Professora Sônia do Amaral Torres, em Miracema.

– Sonho ser perita criminal – disse ela.

Já Ana Lívia, de 11 anos, que cursa o sexto ano do Ensino Fundamental, planeja fazer concurso para a Polícia Federal e até trabalhar no Federal Bureau of Investigation (FBI).

– Ela fala muito do desejo de ser policial e agora acredito que está no melhor caminho – concluiu o pai da estudante, José Roberto Mendes Davi.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.

Fechado para comentários.