Witzel decreta flexibilização das regras de isolamento e reabertura de comércio no RJ

RJ prorroga medidas de isolamento contra Covid-19 até final da semana / Witzel decreta flexibilização das regras de isolamento e reabertura de comércio no RJ

O governador Wilson Witzel (PSC) autorizou a flexibilização das regras de isolamento social no Rio de Janeiro a partir deste sábado (6/06). O decreto com as novas normas que permitem a reabertura de shoppings centers, bares e restaurantes, além da prática de exercícios ao ar livre, foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Rio na noite de ontem.

O decreto foi assinado no mesmo dia em que o estado do Rio já havia contabilizado, até as 17h30, 63.066 casos do novo coronavírus desde o início da pandemia, com 47.091 pacientes recuperados e 6.473 óbitos decorrentes da covid-19.

Segundo o decreto, os shopping centers e centros comerciais podem funcionar das 12h às 20h, com limitação de 50% da capacidade e garantindo fornecimento de álcool em gel 70%. As praças de alimentação devem obedecer o mesmo limite de capacidade. Já as áreas de recreação, como cinemas, permanecerão fechadas.

Bares e restaurantes também poderão abrir suas portas a partir de hoje com apenas 50% de sua capacidade. Pontos turísticos como Cristo Redentor e Pão de Açúcar foram liberados para atender ao público, também com metade de sua ocupação reduzida.

Os cultos religiosos foram liberados, desde que sejam mantidas a distância de um metro entre um fiel e outro, além do uso de máscaras. O governador autorizou a retomada de atividades esportivas de alto rendimento, desde que sem público e com os devidos protocolos de higienização.

A prática esportiva está liberada em parques, praias e lagoas, desde que não haja aglomeração de pessoas. Academias de ginásticas continuarão fechadas até o dia 21 de junho, assim como escolas das redes pública e privada e salas de cinema.

Para a elaboração do decreto, o governo informou, por meio de nota, que levou em consideração os dados epidemiológicos da Secretaria de Estado de Saúde, incluindo a redução do número diário de óbitos e das internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Íntegra do decreto

Veja a íntegra da explicação do governo para a flexibilização das regras de isolamento no Rio:

As medidas pioneiras tomadas em meados de março ajudaram no achatamento da curva do novo coronavírus. No final de abril, mais de 1,5 mil pessoas aguardavam por leitos de enfermaria e UTI no estado. Atualmente, esse número caiu para pouco mais de 100, com tempo de espera de regulação de cerca de 2 dias. Outro dado importante é a redução de números de casos da covid-19 por data de início de sintomas. Somente no dia 1º de maio, foram registrados 2.042 pacientes com coronavírus, marca que é o pico desde o início da pandemia. No dia 31 de maio, foram apenas 86 casos. Já para óbitos, o pico aconteceu no dia 4 de maio, com 172 óbitos ocorridos nessa data. No fim de maio, também no dia 31, foram 39. Também em queda, a taxa de incidência de casos no estado terminou o último mês com 109 casos para cada 100 mil habitantes.

Os dados fazem parte do Boletim Epidemiológico, que foi lançado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta sexta-feira (05/06) e que pode ser consultado através do site www.saude.rj.gov.br. O boletim, que será atualizado periodicamente, apresenta ainda, pela primeira vez, o perfil dos pacientes mais acometidos pela doença. Os óbitos, por exemplo, em sua maioria, são de homens (57,17%) com idades entre 60 e 79 anos, sobretudo em pessoas com comorbidades como cardiopatia, hipertensão arterial e diabetes, asma, obesidade e pacientes imunodeprimidos.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.