Wilson Witzel prorroga decreto de isolamento no RJ até 31 de maio

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC-RJ), prorrogou o período de isolamento social no estado até o dia 31 de maio. O decreto será publicado no Diário Oficial nesta segunda-feira (11), mesma data em que encerraria o prazo do decreto anterior feito pelo governador.

O estado encomendou a órgãos e a secretarias estudos para subsidiar e embasar um eventual lockdown —termo em inglês utilizado para descrever medida de fechamento de determinadas regiões durante a pandemia do novo coronavírus. Mas, pelo menos por enquanto, o governador Wilson Witzel não cogita o isolamento total.

“Precisamos intensificar a fiscalização para que se cumpra o que os prefeitos e o que o governador determinaram. Vamos avaliar ao longo dessa próxima semana essas fiscalizações, com esse trabalho que já começou com a prefeitura fechando calçadões e impedindo as pessoas de transitar desnecessariamente”, disse o governador a jornalistas.

Mais cedo, o Ministério Público Federal (MPF) e a Defensoria Pública da União (DPU) já haviam enviado a Witzel e ao secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, um documento que recomendava a adoção de uma série de medidas para conter a disseminação do novo coronavírus no estado com o reforço do isolamento social.

Entre as sugestões, a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção em todo o estado do Rio de Janeiro, além de mais medidas para informar e aumentar o engajamento da população, e também a fiscalização “no regular exercício do poder de polícia, observados os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, eficiência e dignidade da pessoa humana”, segundo nota enviada pelas instituições.

Veja também: