Teresópolis é a primeira cidade da Região Serrana a adotar o lockdown

Teresópolis é a primeira cidade da Região Serrana a adotar o lockdown

A cidade de Teresópolis, na Região Serrana, adotou o chamado lockdown. O prefeito Vinicius Claussen, havia anunciado na segunda-feira através de postagem nas redes sociais, diversas medidas de enfrentamento à COVID-19, incluindo o ‘primeiro estágio do lockdown’ na cidade.

Lockdown em Teresópolis

Teresópolis é a primeira cidade da Região Serrana a adotar o chamado lockdown. Trata-se de um conjunto de medidas que restringe ainda mais a circulação de pessoas e veículos. A informação foi confirmada pelo município nesta terça-feira (12) durante transmissão do prefeito Vinicius Claussen na internet.

A medida acontece por conta do aumento de número de casos confirmados. Segundo o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, há 104 pessoas infectadas na cidade, no entanto, um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Saúde de Teresópolis, mostrou que 383 moradores já testaram positivo para a doença.

Mas o prefeito informou também sobre a compra de mais 20 respiradores e a abertura de outras 20 leitos voltados ao tratamento de Covid-19.

Em espaços públicos, só será permitida a circulação de pessoas em sistema de rodízio: em dias pares ou ímpares, conforme o dígito final do CPF. O uso de máscara nas ruas também será obrigatório. O rodízio só não valerá para trabalhadores de serviços considerados essenciais, ligados à alimentação, à saúde e concessionárias de serviços públicos. Atividades não essenciais não poderão realizar nem delivery. Também será implantado toque de recolher das 23h às 5h, exceto para trabalhadores de serviços essenciais e motoboys de delivery de serviços essenciais.

Portanto, a previsão de multa para quem infringir as novas regras é de R$ 136,42 para pessoas físicas e R$ 812,52 para pessoas jurídicas. Funcionários de serviços essenciais deverão ter documento de permissão de circulação, disponibilizado pelo site da prefeitura. Pois a fiscalização ficará a cargo das polícias Militar e Civil, bombeiros, agentes da Defesa Civil e da Guarda Municipal.

Outras medidas

– Ampliação de leitos: nesta quarta (13/05) serão abertos mais 17 leitos clínicos e até sexta (15) mais 3 leitos UTIs, chegando a 63 leitos exclusivos COVID-19.

– A compra dos 20 ventiladores pulmonares já está encaminhada e até quarta (13/05) será publicada em DO a autorização para aquisição. A previsão é receber já na sexta uma parte dos equipamentos.

– Depois de nova cotação, conseguimos um novo fornecedor que garantiu estoque e amanhã (12/05) publicaremos em DO a compra de 2.500 testes rápidos.

 

Veja também: