História do Santuário Diocesano do Santíssimo Sacramento de Cantagalo

História do Santuário Diocesano do Santíssimo Sacramento de Cantagalo

O Santuário do Santíssimo Sacramento é um dos pontos turísticos mais visitados de Cantagalo, chamando a atenção pela sua imponência e beleza no centro da cidade. O templo teve sua obra de construção iniciada em 1867, de acordo com registros da própria igreja. Foram nove anos de muito trabalho até 1876, quando finalmente ficou pronto.

Por falta de pagamento, a empresa responsável pela obra na época não entregou as chaves. A igreja ficou fechada por cerca de dois anos, até que em 1878 o Imperador D. Pedro II ordenou o pagamento e ainda esteve na cidade para participar da inauguração da luxuosa obra, que, mais tarde, também passou por outras modificações, principalmente na área interna, como a remodelação do altar e a inclusão das belas pinturas nas paredes e teto.

No dia 04 de junho de 2015, a então Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento de Cantagalo, um dos pontos turísticos mais visitados do município, passou por uma grande transformação. No dia do seu padroeiro, o Santíssimo Sacramento, comemorado no dia de Corpus Christi, a matriz foi elevada oficialmente à categoria de Santuário Diocesano da Adoração ao Santíssimo Sacramento de Cantagalo.

O templo fica localizado na Praça Cônego Crescêncio Lanciotti, no Centro de Cantagalo-RJ, e sua festa é celebrada sempre nas solenidades de Corpus Christi. Com essa atual pandemia de coronavírus, o templo encontra-se aberto de 8h às 18h, os eventos anuais estão suspensos e as missas estão sendo realizadas online através do Facebook.

PARÓQUIA TORNA-SE SANTUÁRIO

O dia 4 de junho de 2015 foi um dia simbólico para os cidadãos cantagalenses, pois Cantagalo recebeu um dos maiores presentes de sua história. Na ocasião, a Paróquia do Santíssimo Sacramento tornou-se oficialmente Santuário do Santíssimo Sacramento.

santuario do santissimo 3

Este é o primeiro Santuário Diocesano e conta com a visitação de peregrinos de várias unidades diocesanas do país que visitam o local procurando receber as graças do próprio Jesus Cristo Sacramentado. Excepcionalmente, durante a pandemia do coronavírus, o templo está aberto de 8h às 18h para visitações.

Na ocasião, o Bispo falou sobre a motivação da elevação a Santuário. “A elevação da Paróquia Santíssimo Sacramento a Santuário é fruto da espiritualidade do Ano Eucarístico Missionário Diocesano, instituído em 2014. Este local será um ambiente de peregrinação e adoração a Santíssima Eucaristia, que é o Sacramento, o sinal do amor de Deus para com a humanidade.”

ACESSÓRIOS DE NOBREZA

santuario do santissimo 1

Em diversas ocasiões o Santuário do Santíssimo Sacramento de Cantagalo passou por reformas de melhorias e modificações em suas cores, mas sempre mantendo a originalidade do templo. O relógio da matriz, uma raridade francesa e que funciona perfeitamente até hoje, foi uma doação da Câmara Municipal, em novembro de 1885. O sino maior, de origem portuguesa, foi um presente de João Bernardo de Souza, em 1876. Já o sino menor, que fica do lado esquerdo da torre, data de 1816, mas ainda não foram encontrados registros que mostrem de onde veio.

Todo o interior da igreja possui painéis com motivos sacros e trazem a assinatura do artista italiano Antonio Maria Nardi (1897-1973). A obra de Nardi se espalha por muitas igrejas do Brasil e a sua vida foi dedicada à arte sacra.

ANO EUCARÍSTICO MISSIONÁRIO DIOCESANO

No dia 19 de junho de 2014, Dom Edney instituiu o Ano Eucarístico Missionário Diocesano, que teve como tema ‘Eucaristia e Missão’. Diversas atividades são realizadas, como a peregrinação das Foranias e Vicariatos ao Santuário Santíssimo Sacramento e o Congresso Eucarístico Diocesano, realizados em Cantagalo.

A proposta do Ano Eucarístico seguiu as orientações do Papa Francisco, que pediu uma ‘igreja em saída’. Pensando nisso, a temática envolve a comunhão e a missão, pois leva-nos ao encontro do outro.

CORPUS CHRISTI

santuario do santissimo 2

O Corpus Christi foi instituído em 11 de agosto de 1264 pelo Papa Urbano IV e significa ‘Corpo de Cristo’. Este momento é comemorado sempre na quinta-feira depois da Festa da Santíssima Trindade e tem o objetivo de celebrar solenemente o Mistério da Eucaristia.

A celebração teve origem em Liége, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornillon teria sido inspirada para que o Mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. O Papa Urbano IV, motivado pelo Milagre Eucarístico de Orvieto-Bolsena, em 1263, através da Bula “Transiturus” estendeu a festa para toda a Igreja. No ano seguinte, São Tomás de Aquino foi encarregado de preparar as leituras e textos litúrgicos que até hoje são usados durante a celebração.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.