Enfermeiras morrem por coronavírus em Nova Friburgo e Teresópolis

Enfermeiras morrem contaminadas por Covid-19 em Friburgo e Teresópolis

Duas enfermeiras morreram na Região Serrana do Rio após terem sido contaminadas por Covid-19. Tereza Cristina Miranda, de 65 anos, de Nova Friburgo, e Monique Magalhães, de 34 anos, de Teresópolis, vieram a óbito nos dias 17 e 18 de maio, respectivamente, contaminadas pelo coronavírus.

Tereza Cristina Miranda, de Friburgo, tinha mais de 40 anos de profissão e trabalhava na Maternidade. Ela era um dos 47 profissionais da área de saúde já contaminados pelo Covid-19 na cidade. Nova Friburgo registra, até o momento, 12 óbitos e 121 casos confirmados da doença.

Mãe de uma menina de 5 anos, a jovem Monique Magalhães, de Teresópolis, sofreu da doença em casa por duas semanas, desde quando procurou o ginásio Pedrão, com suspeita de Covid-19. Com tosse e dificuldades para respirar, ela chegou a ir à UPA quatro vezes, voltando de lá sem fazer o teste. Em áudio, Monique chegou a relatar a dificuldade de atendimento.

No boletim desta segunda-feira (18/05), a Prefeitura de Teresópolis informou 13 óbitos, 526 casos de coronavirus confirmados, mais 171 suspeitos e 9 óbitos suspeitos. Segundo a prefeitura, existem 42 internados, 23 em leitos clínicos e 19 em leitos UTI, 18 deles entubados.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.