Empresário de Friburgo distribui pão e café em fila por auxílio emergencial

Empresário de Friburgo distribui pão e café em fila por auxílio emergencial

O dono de uma padaria de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, distribuiu mais de 3,5 mil pães para pessoas que aguardavam atendimento na fila da Caixa Econômica em busca do auxílio emergencial do Governo Federal. A distribuição começou no dia 30 de abril e também atendeu projetos sociais do município.

O empresário Fernando Saleme conta que a ideia surgiu quando um cliente viu o volume de pessoas na fila quilométrica para auxílio emergencial que se formava diariamente em frente ao estabelecimento, que fica na rua Monte Líbano, próximo a Caixa Econômica do centro da cidade. O empresário, então, aderiu à proposta e colocou a ideia em prática.

“No primeiro momento que a gente vê que pode fazer a diferença, pulamos pra dentro, na hora. De fato, um pouquinho faz a diferença”, afirma Fernando.

A iniciativa acontece por meio de parcerias. Nesta última segunda (4), por exemplo, teve café para quem estava na fila para o auxílio emergencial, no Centro. Uma empresa de um curso preparatório para a OAB, uma empresa do ramo de moda íntima e um dentista também contribuíram. Fernando contou ao G1 que as colaborações fizeram a distribuição crescer e ter uma visibilidade maior.

“Repartir o pão não tem problema nenhum. Não queríamos propaganda com essa distribuição, era pra ser de coração mesmo. Mas, quanto mais de coração as coisas são feitas, mais elas aparecem, mais elas brilham”, declara o empresário.

Os pães vem sempre acompanhados de requeijão ou manteiga. Com a colaboração de clientes e empresas, a distribuição também foi feita na agência da Caixa no distrito de Conselheiro Paulino. Em paralelo, 1200 pães foram entregues para projetos sociais no distrito de Campo do Coelho. Fernando ressalta que as atividades devem continuar nos próximos dias.

“A nossa ideia é realizar a distribuição enquanto houver as filas”, concluiu.

As agências da Caixa Econômica têm realizado atendimento para o auxílio emergencial de 8h às 14h.

Reportagem de Karine Knust
Matéria: G1/Região Serrana

Veja também: