Temporal alaga ruas, arrasta carros e causa estragos em Petrópolis

Temporal alaga ruas e arrasta carros em Petrópolis

Um temporal deixou diversos pontos de Petrópolis, na Região Serrana, inundados pelo transbordamento do rio Piabanha na tarde desta quarta-feira (8). Ruas foram alagadas, motoristas ilhados e carros foram arrastados pela correnteza no bairro Bingen.

Imagens mostram carros sendo arrastados pela força da água. O trânsito na área central está com longos engarrafamentos.

A rua Piabanha, também no Centro, está alagada. Carros ainda foram levados pela correnteza no bairro Bingen, em frente à Universidade Estácio de Sá. Veja o vídeo:

A rua Coronel Veiga, que liga o Centro ao bairro Quitandinha, conhecida pelos constantes transbordamentos do rio Quitandinha, pois também está intransitável.

Na BR-040, trecho de subida da Serra de Petrópolis, motoristas enfrentam verdadeiras cascatas que se formaram com a chuva e descem pelas encostas. Imagens feitas de dentro de um dos carros mostram a dificuldade no trajeto.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntários informou, por meio de nota, que registrou 17 ocorrências por conta de uma pancada de 90 milímetros de chuva em menos de uma hora.

“É importante que os moradores que vivem em áreas de risco tenham atenção redobrada, já que chove na cidade desde o dia 2 de janeiro e o acumulado está alto”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato.

Correnteza arrastou carros no bairro Bigen em Petrópolis

Houve deslizamentos de terra nas ruas Veridiano Felix, na Estrada da Saudade, Alagoas, no Quitandinha, Carlos Frederico Keuper, na Mosela e Paulo Hervê no Bingen.

Equipes do órgão estão nas ruas atendendo aos chamados. A Defesa Civil disse ainda que está em estado de atenção por causa da previsão de temporal para Petrópolis nas próximas horas.

Além do Bingen, bairros de Petrópolis como Centro, Valparaíso e Mosela também foram afetados, segundo relatos dos moradores.

Mas nas últimas 96 horas, o pluviômetro da Rua 24 de Maio registra 201.8 milímetros acumulados. Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.

Serra News

Serra News

O melhor portal de notícias da Região Serrana do Rio de Janeiro.