Incêndios em vegetação já atingiram 520 hectares em Itaocara

Incêndios em vegetação já atingiram 520 hectares em Itaocara

As chamas já atingiram 520 hectares de vegetação em Itaocara nas últimas semanas. A soma das áreas foi calculada e divulgada na manhã desta quinta-feira (12/09) pela Defesa Civil do município, que há três dias está em alerta máximo por conta do risco de novos incêndios em Itaocara.

O maior dos focos ocorreu entre Batatal e Porto Marinho, próximo à localidade conhecida como Camarão. 120 hectares de pastos e fragmentos de mata foram atingidos.

Desde a semana passada, foi observado o aumento no número e no tamanho dos focos. Os motivos da intensificação dos incêndios são os ventos intensos nesta época, que chegam a 40 km/h, e a falta de chuvas fortes, que não caem desde o dia 03 de julho.

Os distritos de Laranjais e Portela são os mais afetados, mas também houve focos registrados em Batatal, Jaguarembé e na Sede. Somente ontem, uma área de aproximadamente 40 hectares foi atingida pelo fogo próximo ao Itaocara Campestre Clube. As chamas, controladas por bombeiros, alcançaram a rede elétrica e destruíram postes.

Antes, as áreas eram calculadas com base em pontos de referências e medições das distâncias pelo Google Maps. Atualmente, os cálculos são feitos com mais exatidão com a ajuda das imagens do Satélite Sentinel, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês). A tecnologia é a mesma usada para identificar e estimar as áreas dos focos de incêndios na Amazônia.

Embora seja grave a situação, o município ainda consegue dar resposta aos efeitos da estiagem e, por isso, não há necessidade de decretar emergência, por enquanto. Além dos incêndios em Itaocara, a estiagem tem secado poços e açudes, mas relatos de perdas de gado ainda são isolados, diferentemente da grande estiagem de 2017.

Naquele ano, a situação fugiu de controle e o município decretou emergência para pedir ajuda aos governos estadual e federal. Na época, 600 cabeças de gado morreram e 50% da produção de leite e de olerícolas foi prejudicada. Mais de 2,7 mil hectares foram atingidos pelo fogo.

Fonte: Folha Itaocarense