Friburgo: Policial reformado mata a tiros funcionário de churrascaria

Rômulo da Silva Arantes, um policial reformado da PM atirou e matou Marcelo Couto, funcionário da churrascaria Costelão do Cônego na noite desta sexta-feira (26/04), no Bairro das Graças em Nova Friburgo. O crime ocorreu após uma discussão entre o militar e o filho de Marcelo, que também foi baleado na perna. 

Segundo informações de pessoas que estavam no local, o policial aguardava a entrega de uma quentinha quando começou a gritar com o filho de Marcelo, perguntando porque o rapaz estava olhando para ele. Marcelo interferiu na discussão e o policial que apresentava muito nervosismo e descontrole emocional foi até o táxi que o esperava em frente à churrascaria, retornou com uma mochila nas mãos, sacou uma arma e disparou contra Marcelo e o seu filho. 

Os dois foram socorridos por outros funcionários da churrascaria, mas Marcelo morreu a caminho do Hospital Raul Sertã. O seu filho encontra-se internado, não há informações sobre o seu quadro de saúde.

Após efetuar os disparos, o policial embarcou no táxi e fugiu do local. Ele foi encontrado pouco tempo depois na Rua Piauí em Olaria com a arma usada no crime e conduzido à delegacia de polícia judiciária militar em Petrópolis.

Um comentário em “Friburgo: Policial reformado mata a tiros funcionário de churrascaria

  • 27/04/2019 em 17:35
    Permalink

    Infelizmente, Friburgo se transfomou em uma cidade violenta, como a maioria das cidades do Brasil. Lamentável. Saudades da cidade turística, hospitaleira.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.