O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.

Rio de Janeiro tem a tarifa de energia elétrica mais cara do Sudeste

O estado do Rio de Janeiro tem maior tarifa média de energia elétrica entre os estados da Região Sudeste, com custo de R$ 7,02 a cada 100 quilowatts-hora (KWh) consumidos. Depois vem Minas Gerais, com R$ 6,19 /100 KWh; Espírito Santo, com R$ 6,09 /100 KWh e São Paulo, com R$ 5,81 /100 KWh.

Além das tarifas cobradas pelas concessionárias, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estipula, mês a mês, bandeiras tarifárias adicionais para compensar possíveis custos extras para geração de energia elétrica. Em 2020, 10 meses estiveram sob a bandeira verde, ou seja, sem custo adicional. Já em 2021, todos os meses foram de bandeira amarela ou vermelha, com custos extras por quilowatts-hora consumidos.

Para aliviar o bolso do consumidor e aumentar a competitividade do setor, tramita no Congresso Nacional o projeto de lei do Novo Marco Legal do Setor Elétrico (PL 414/2021). A proposta pretende que os consumidores de todos os níveis tenham liberdade para escolher o próprio fornecedor de energia, o que hoje só é permitido aos grandes consumidores.

Segundo o deputado Paulo Ganime (NOVO-RJ), o marco trará maior competitividade para o setor: “O marco trata de mais liberdade para o consumidor, não só os grandes consumidores, que hoje já têm essa possibilidade, como também os menores consumidores. Isso faz com que a pessoa possa escolher de quem comprar, o que consequentemente aumenta a demanda, a disputa por uma oferta mais barata, mais sustentável e, também, mais próxima do mercado do consumidor”.

O projeto de lei já foi aprovado no Senado e aguarda despacho para ser analisado pela Câmara dos Deputados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais