O portal de notícias que mais cresce na serra carioca.
lateral-160×200
lateral-160×200

Visitantes da quarentena #2: Jacuaçu (Penelope obscura)

Visitantes da quarentena #2: Jacuaçu (Penelope obscura)

Hoje temos mais um visitante desta quarentena: o jacuaçu que também conhecemos como jacu. Medindo em torno de 75 cm e pesando até 1200 kg, é uma ave grande, barulhenta e desengonçada, que lembra um peru.

Sua coloração é tida como verde-bronze escuro, manto, pescoço e peito finamente estriados de branco e pernas anegradas. Vive aos pares, em  casal, ou bandos de 6 a 10 (mas já foi observados bandos com mais de dez indivíduos).

Seu habito alimentar é voraz, e apesar de altamente frugívoro,  sua dieta é rica e variada, podendo comer frutos de diversas palmeiras, café, uva, pimenta, flores de ipê e insetos. Seu apetite é tão voraz, que já recebi um relato de que um bando de jacus comeu uma plantação de uva inteira (com cerca de 20kg da fruta).

O jacuaçu é uma ave monogâmica, o macho costuma alimentar a fêmea, assim como os pais fazem com filhotes. Fazem ninhos simples, em tronos secos, no alto de árvores ou em ramos sobrea água, onde colocam até 3 ovos, o que pode resultar em uma ninhada de até três filhotes, após uma incubação de 28dias,  de outubro a março. Eles habitam capoeiras, matas secundárias e até plantações. Na nossa região pode ser visto em altitude (topo de morros) e locais mais baixos e urbanos, como quintais.

https://www.instagram.com/p/CAdc79qhEMa/?utm_source=ig_web_copy_link

Há uma curiosidade sobre essa espécie, que é o fato de apresenta uma inquietação que se caracteriza por abrir e fechar a cauda impetuosamente, e o tique de sacudir a cabeça (semelhante a galinha). Geralmente mostram esse comportamento mais intenso ao final da tarde, talvez pela ansiedade de achar um bom lugar para dormir.

Na nossa Região Serrana, bem como no restante do nosso Estado, podemos dizer que é uma ave de ocorrência um tanto comum. Porém no Estado de São Paulo a espécie consta em um decreto como ‘quase ameaçada’. No entanto,  segundo a lista da IUCN (International Union for Conservation of Nature), a espécie não se qualifica para as categorias de ameaça apresentadas no referido Decreto, mas está próxima de integrá-las).

Sendo assim, reafirmamos o quanto é necessário cuidar de ambiente natural, para que espécies como essa, não corram risco de desaparecerem. Então apesar da visita frequente do jacuaçu na quarentena, fica o alerta.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ciente disso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia mais