Anvisa tira do mercado 200 lotes de remédio de pressão contaminados

Foto: Divulgação
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mandou retirar do mercado cerca de 200 lotes contaminados de remédios para a hipertensão. E alertou que quem usa os medicamentos para controlar a pressão deve continuar tomando os remédios.

Como muito remédio por aí, esses têm nomes difíceis: Losartana, Valsartana. Já explicar porque eles são importantes é simples. “Não posso ficar sem remédio. A minha pressão às vezes sobe muito”, diz uma hipertensa.

Esses são remédios que muita gente toma para controlar a pressão arterial. Mas a Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, afirma que perto de 200 lotes desses remédios contêm impurezas que podem aumentar o risco de ter câncer.

Em todos esses lotes, o princípio ativo – o ingrediente principal do remédio – foi produzido ou na China ou na Índia. E diferentes indústrias farmacêuticas compraram esses princípios ativos para fabricar os remédios.

A Anvisa determinou o recolhimento desses lotes aqui no Brasil. Inspecionou 111 medicamentos e vistoriou 29 empresas, entre indústrias, importadoras e distribuidoras.

A agência diz que os princípios ativos importados são testados no Brasil, mas que esse tipo de impureza é um problema novo. “Até julho de 2018, nenhuma autoridade sanitária mundial e nenhuma empresa fabricante dessa classe de compostos imaginava ser possível a presença destas substâncias nessa classe de insumos farmacêuticos ativos. A partir do momento em que se verificou essa possibilidade, todas as especificações estão sendo revistas e a necessidade desse controle está sendo efetuada no momento”, explica Ronaldo Gomes, gerente-geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária da Anvisa.

A presença dessas impurezas foi descoberta na Europa, em 2018. As farmácias já estão recolhendo os remédios. Agora, o mais importante nessa história é não parar de tomar remédio para a hipertensão.

A Anvisa explica que o risco para a saúde não é imediato. É pequeno. Até se alguém tomar esse remédio com impurezas na dose máxima e durante vários anos.

O presidente do Departamento de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Rui Póvoa, afirma que quem precisa controlar a pressão e para de tomar remédio é que corre risco imediato: “O indivíduo hipertenso, se ele parar de tomar o remédio, pode subir muito a pressão e ele ter um derrame cerebral. Pode ter um ataque cardíaco, ter um infarto do miocárdio. Então, continua tomando o remédio e vai trocar o lote que está com problema. E, enquanto não trocar, continua tomando o que tem”.

Muitas caixinhas de remédio que precisam ser recolhidas já não estão mais nas farmácias e, sim, nas casas de quem sofre de pressão alta. Por isso, é importante olhar se o remédio é de algum lote divulgado pela Anvisa.


CONFIRA A LISTA DE REMÉDIOS 
Torlos H (Torrent)
Princípio ativo: Losartana e Hidroclorotiazida.
Dosagens: de 50mg/12,5mg.
Lotes recolhidos: BCA3D001, BCA3D002, BCA3D003, BCA3E002, BCA3E003, BCA3E004, BCA3E005, CE32C014 e CE32D004
Torlós (Torrent)
Princípio ativo: Losartana
Dosagens: 25mg e 50mg.
Lotes recolhidos:  C502C002, C502D005, C502D006, C502D007, C502D008, C502D009, C502E003, C502E004, C502E005, C502E006, C502E007, CE32C003, CE32C004, CE32C005, CE32C014, CE32C015, CE32C016, CE32C017, CE32C023, CE32C024, CE32C025, CE32C026, CE32C027, CE32C028, CE32D004, CE32D005, CE32D007, CE32D008, CE32D009, CE32D010, CE32D011, CE32D012, CE32D013, CE32D014, CE32D015, CE32D016, CE32D017, CE32D018, CE32D019, CE32E001, CE32E002, CE32E003, CE32E004, CE32E005, CE32E008 e CE32E009.
Valsartana genérico (Medley)
Princípio ativo: Valsartana.
Dosagens: 80mg, 160mg, 320mg.
Lotes recolhidos: 733658, 837417, 733655, 757334, 837840, 828879, 782196, 840443, 838275, 825364, 733664, 793873, 835644, 835151, 733662, 782199, 831843, 839254, 840673, 733660, 773057, 793872, 827251, 837572 e 837574.
Valsartana genérico (EMS)
Princípio ativo: Valsartana.
Dosagens: 80mg, 160mg, 320mg.
Lotes recolhidos: 0P1483, 0Q4432, 0R5429, 0Q4435, 0Q4436, 0Q4437, 0Q4438, 0R1000, 0R5948, 0R5950, 0J5245, 0K1133, 0M8461, 0N4738, 0N4739, 0P1493, 091494, 0P8392, 0R5440, 0R5441, 0R5443, 0S4126, 0R5439, 0S4125, 0S6816, 0S6817, 0S6818 e 0M8452.
Valsartana genérico (Germed)
Princípio ativo: Valsartana.
Dosagens: 80mg e 160mg.
Lotes recolhidos:  0P1758, 0Q4544, 0P1780, 0Q4550, 0Q4551, 0R0999, 0R3585, 0R6329, 0K1369, 0L2550, 0P1782, 0P1784, 0R6332, 0R6333, 0R6334, 0S4128, 0Q4627 e 0R6030.
Valsartana genérico (Legrand)
Princípio ativo: Valsartana.
Dosagens: 80mg, 160mg e 320mg.
Lotes recolhidos:  0P7264, 0Q4603, 0R6225, 0Q4608 e 0R6235
BRASART (EMS Sigma Pharma)
Princípio ativo: Valsartana.
Dosagens: 80mg, 160mg e 320mg.
Lotes recolhidos:  0P2051, 0Q4750, 0Q4803, 0P2053, 0P8484, 0Q4751, 0S7414, 0M2611, 0M6269, 0M9209, 0O0607, 0R3122 e 0S4124.
BRASART BCC (EMS)
Princípio ativo: Valsartana e Besilato de Anlodipino
Dosagens: 160mg/5mg, 320mg/5mg, 320mg/10mg e 320mg/ 5mg
Lotes recolhidos:  0Q4806, 0Q4796, 0R5752, 0S5558, 0K1849, 0M9215, 0M7466, 0L8510, 0N9443, 0Q5026 e 0L6399
BRASART HCT (EMS)
Princípio ativo: Valsartana e Hidroclorotiazida
Dosagens: 160mg/25mg, 160mg/12,5mg, 320mg/12,5mg e 320mg/25mg
Lotes recolhidos:  0Q4761, 0K1902, 0M9186, 0M9187, 0R5663, 0Q4804, 0R9971, 0P7277, 0J5127, 0L2969, 0L5276, 0M9208, 0N5025, 0O0572, 0P2093, 0Q4784, 0R3634, 0K1905, 0N5020, 0N5021, 0P2073, 0P2074, 0Q4760, 0Q4758, 0Q4759


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.