Lente Natural: Lavadeira-Mascarada (Fluvicola nengeta) - Serra News | RJ

Notícias

15 de abr de 2019

Lente Natural: Lavadeira-Mascarada (Fluvicola nengeta)



Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Subordem: Tyranni
Parvordem: Tyrannida
Superfamília: Tyrannoidea  Vigors, 1825
Família: Tyrannidae Vigors, 1825
Subfamília: Fluvicolinae Swainson, 1832
Espécie: Fluvicola nengeta (Linnaeus, 1766)
Nome em Inglês: Masked Water-Tyrant
Estado de Conservação: Pouco Preocupante

Este pássaro mede entre  14,5 e 16 centímetros de comprimento e pesa, em  média de 14 a 20 gramas. Esta espécie tem o branco como sua principal coloração, contrastando com uma faixa na altura dos olhos, que sobe a partir do bico. As asas e dorso apresentam uma coloração castanho-acinzentado, enquanto a  cauda é formadas por penas pretas, com manchas brancas. As patas e o bico são pretos.

Esta espécie, antigamente, era restrita à açudes e rios no sertão e agreste, da região nordeste, mas atualmente está em expansão. Com hábitos típicos para áreas abertas, aparentemente a Mata Atlântica era uma barreira natural à sua dispersão. No entanto, devido o aumento de pastagens e culturas agrícolas, mais semelhantes ao semi-árido do que à própria Mata Atlântica, há a possibilidade de expansão desta espécie para essas novas áreas. Um outro fator, que se pode levar em conta, é o aumento de rios represados na Região Sudeste, além das mudanças climáticas.  E com isso, está ave, oriunda do nordeste, está sendo cada vez mais  registrada no sudeste, já sendo considerada comum em nossa região.

Esta fotografia foi registrada, no município de Cordeiro - RJ, em uma área próxima à Mata do Posto, onde havia um ninho em uma árvore. O interessante, a se observar, é que seu ninho é feito de um amontoado de gravetos, apoiados sobre um galho, podendo ser feito em arbustos ou árvores pequenas. Vale ressaltar que o habitat preferencial desta ave é junto a rios ou lagoas. Por isso pode ser encontrada também  em parques, jardins e  centros urbanos, onde há oferta de água - como é esse caso.



A lavadeira-mascarada costuma vir frequentemente ao chão, mesmo barrento, pois sua alimentação é basicamente composta de insetos e artrópodes, que captura nas margens de rios e lagos, e até mesmo em pequenas poças, de onde não se afasta. Em períodos do dia pós chuva, é comum encontrá-la próxima às poças formadas pela chuva.

Esta espécie, não apresenta diferença entre macho e fêmea e os indivíduos não se incomodam com a presença de outras aves, nem com humanos. Por isso é de fácil aproximação para fotografar, mesmo estando próximo a ninhos. Elas  raramente voam pra longe, sendo comum encontrá-la em casal. Um ponto que merece ser destacado é que esta espécie não costuma despertar o interesse  de ser capturada para criação em gaiola, o que é muito bom para a sua expansão. Lembrando a todos que a captura de animais silvestres é crime ambiental!

Então,  para a sua sobrevivência, é interessante preservar nascentes, rios e lagos, para que sua ocorrência não seja ameaçada.

Acesse também o meu Facebook e Instagram!

Nenhum comentário:

Postar um comentário