Homem mata próprio irmão após briga no Goiabal, em Além Paraíba

Boletim de Ocorrência: Na manhã do dia 05 de março, a Polícia Militar de Além Paraíba em apoio à uma equipe do SAMU, compareceu no bairro Goiabal, onde deparou com o jovem Marcos Vinicius Viana de Andrade, 20 anos, no meio da Rua com um pau nas mãos dizendo que não havia golpeado seu irmão, apenas pegou o pau para se defender caso a vítima acordasse.

Boletim de Ocorrência: Na manhã do dia 05 de março, a Polícia Militar de Além Paraíba em apoio à uma equipe do SAMU, compareceu no bairro Goiabal, onde deparou com o jovem Marcos Vinicius Viana de Andrade, 20 anos, no meio da Rua com um pau nas mãos dizendo que não havia golpeado seu irmão, apenas pegou o pau para se defender caso a vítima acordasse. Marcos relatou ainda aos policiais que seu irmão teria chegado muito nervoso na casa de sua mãe, que não se encontrava em casa e sim na casa de sua avó. Por motivos fúteis, começaram a se agredir mutualmente, momento em que Marcos Vinicius, executou um golpe em Carlos Eduardo (cadu), vindo o mesmo a cair no chão e desmaiando. 

Durante o depoimento, Marcos disse também que se encontrava dormindo no sofá e que ao acordar deu por falta da quantia de R$100,00 que estava ao lado do sofá em que estava dormindo, ao acordar teria perguntado seu irmão Carlos Eduardo (que segundo ele, estaria sob influência de entorpecentes), sobre o dinheiro e em seguida seu irmão partiu para a agressão, relatou ainda que aplicou o golpe “mata leão” para imobiliza-lo, mas não queria mata-lo. 

Um outro envolvido Carlos Ramírez, 22 anos, disse que se encontrava dormindo e acordou com o barulho da briga de seus irmão, tentou separar a briga, porém os dois caíram ao chão e teria visto o momento em que seu irmão aplicou o “mata leão em seu outro irmão. Com a chegada do SAMU, os profissionais realizaram massagem cardíaca, mas a vítima não reagia, sendo constatado que o corpo encontrava-se sem sinais vitais. 

O local foi preservado pela Polícia Militar e após a chegada e trabalho da Perícia Técnica vinda da cidade de Leopoldina-MG, o corpo de  Carlos Eduardo Viana de Andrade (Cadu), de 24 anos, foi removido pela empresa funerária Plan Minas e encaminhado para o IML (de plantão) na cidade de Juiz de Fora para autopsia. Os dois irmãos  (Marcos Vinicius e Carlos Ramirez) envolvidos na morte de seu próprio irmão, receberam voz de prisão, passaram por exames de corpo de delito no Hospital São Salvador de Além Paraíba e depois foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil Regional (de plantão) na cidade de Leopoldina-MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.