Agência Nacional de Águas fiscalizará barragens em municípios da Região Serrana

Barragem de Tapera, em Trajano de Moraes. (Foto: Divulgação)
Após a tragédia que ocorreu em Minas Gerais, com o rompimento da barragem de Brumadinho, a Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou um relatório de barragens que têm riscos de Dano Potencial Associado (DPA) médio e alto e que terão fiscalização priorizada.

Segundo a lista divulgada pela ANA, na Região Serrana do Rio serão fiscalizadas barragens nas cidades de Bom Jardim, Carmo, Cachoeiras de Macacu, Cordeiro, São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena e Trajano de Moraes.

Segundo o relatório, as barragens são usadas como hidrelétricas e para o abastecimento de água, diferentemente da barragem de rumadinho que acumulava rejeitos. 

De acordo com a ANA, dano potencial refere-se ao que pode acontecer em caso de rompimento de uma barragem e leva em conta as perdas de vidas humanas, além de impactos sociais, econômicos e ambientais.

FONTE: NF EM FOCO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.