Famílias da Serra Fluminense protestam contra maior túnel rodoviário inacabado do Brasil - Serra News | RJ

Notícias

1 de out de 2018

Famílias da Serra Fluminense protestam contra maior túnel rodoviário inacabado do Brasil


Um protesto deixou o km 81 da descida da Serra de Petrópolis, em meia pista na tarde deste domingo 30/9. A manifestação foi realizada por moradores da comunidade do Contorno que tiveram que deixar suas casas por causa da abertura de uma cratera de setenta metros de profundidade que chegou a engolir uma casa de três andares no dia 7 de novembro de 2017. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, que esteve no local, foram distribuídos cartazes e panfletos aos motoristas e segundo a concessionária que administra a rodovia, CONCER, houve retenção de aproximadamente dois quilômetros na altura do bairro Duarte da Silveira.

O objetivo do protesto, de acordo com os moradores, é lembrar que dezenas de famílias foram prejudicadas com a construção do maior túnel rodoviário inacabado do Brasil. Na época do desmoronamento, laudos da Defesa Civil e do Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro apontaram alto risco de novos acidentes.

As famílias reclamam que não tiveram uma solução definitiva e contabilizam 323 dias de espera. Na época, no momento do acidente, alunos da Escola Municipal Leonardo Boff, que permanece interditada, tinham acabado de passar pelo local antes da cratera se abrir. O ato, de acordo com os integrantes, também chama atenção para o despejo de cerca de 200 famílias ao longo da BR-040, principalmente na região de Itaipava, por causa da construção da nova pista. Até o momento, depois do incidente, a única ação registrada de fato no local foi o preenchimento da cratera com 323 caminhões carregados de pó de pedra.

Cratera na Serra de Petrópolis RJ

Até o final da tarde deste domingo, 30/9, a CONCER ainda não havia se pronunciado sobre as queixas dos moradores.