Petrobras anuncia redução do preço do diesel e da gasolina após sucessivas altas

Após uma sequência de reajustes praticamente diários, a Petrobras reduzirá os preços da gasolina em 2,08% e os do diesel em 1,54% nas refinarias a partir desta quarta-feira (23/05), em meio a discussões dentro do governo sobre a alta dos preços dos combustíveis e protestos de caminhoneiros.


Leia também: Caminhoneiros protestam em rodovias do Estado

Segundo informou a petroleira, o preço da gasolina nas refinarias cairá de R$ 2,0867 o litro para R$ 2,0433 a partir desta quarta-feira. Já o preço do diesel será reduzido de R$ 2,3716 para R$ 2,3351.

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente, refletindo as variações do petróleo e derivados no mercado internacional, e também do dólar. 

Somente na semana passada, foram 5 reajustes diários seguidos.

Na véspera, a estatal tinha anunciado um novo aumento nos preços do diesel e da gasolina, elevando os preços dos combustíveis para novas máximas dentro da política da estatal. Desde o início da nova sistemática de reajustes adotada pela Petrobras, o preço da gasolina comercializada nas refinarias acumulava aumento de 58,76% e o do diesel, de 59,32%, segundo o Valor Online.

Pedro Parente diz que preços de combustíveis caem à medida que diminui a cotação do dólar
O presidente da Petrobras, Pedro Parente, atribuiu a redução de preços anunciada nesta terça à queda do dólar na véspera. “A redução de hoje é simples de entender. Houve uma redução importante de câmbio ontem. Prova de que essa política tanto funciona na direção de subir os preços e de cair os preços”, disse nesta manhã, em Brasília.

Na véspera, o dólar fechou em queda de 1,4%, a R$ 3,6886, após o Banco Central aumentar a oferta da moeda americana no mercado. Nesta terça (22/05), a moeda dos EUA seguia em queda e era negociada no patamar de R$ 3,65.

Veja também: