11º e 36º BPMs: Região tem patrulhamento normal nesta sexta-feira

Foto: Divulgação
O patrulhamento segue normal nas áreas dos 11º e 36º Batalhões de Polícia Militar, que abrange as regiões Serrana e Noroeste Fluminense. Em Santo Antônio de Pádua, familiares de PMs estavam se organizando para ocupar a frente da unidade no início da manhã desta sexta-feira (10), mas até às 7h não havia nenhum manifestante no local.

Em troca de mensagens em grupo no WhatsApp alguns sugeriram até o bloqueio do portão do batalhão, como ocorre no Espírito Santo. A mobilização para os protestos no estado do Rio de Janeiro deixou a população assustada, no entanto, nenhuma região do estado teve o patrulhamento prejudicado, segundo a Polícia Militar.

O coronel do 11º BPM, Carlos Eduardo Espanha, disse que o policiamento segue normal em Nova Friburgo e nos demais municípios atendidos pela unidade policial na região. “Policiamento normalíssimo. Tropa na rua e motivada. As senhoras dos policiais militares parecem terem ouvido o clamor do comando da Corporação”, disse o coronel ao site de notícias Nova Friburgo em Foco.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A Polícia Militar divulgou nesta quinta-feira (9) um vídeo em sua página oficial no Facebook, onde o porta-voz da corporação, o Major Ivan Blaz, fazia um apelo. Blaz disse que a PMERJ estava ciente das manifestações diante das unidades, mas que é fundamental não esquecer o que ocorre no Espírito Santo e que por mais difícil que seja a situação no Rio de Janeiro, não pode ser permitido que o cenário de barbárie se repita por aqui.   


Outros protestos no Rio – Familiares de policiais militares do Rio fazem protestos em frente a ao menos seis batalhões da capital nesta sexta-feira (10). Desde o início da semana, parentes dos PMs se mobilizam nas redes sociais para repetir no Estado paralisação semelhante à que ocorre no Espírito Santo.

Como a Constituição veda greves da Polícia Militar, familiares de agentes driblam essa regra colocando-se diante dos batalhões e impedindo a saída das equipes de plantão.

Em nota oficial, o comando da PM no Rio diz que o “patrulhamento está normal em todo o Estado”. “A manifestação de esposas/parentes de policiais militares que acontece em algumas Unidades da PM, segue pacífica”, acrescenta.

Os batalhões que tinham mobilizações são: Batalhão de Choque, CCP (Coordenadoria de Polícia Pacificadora, Ramos, zona norte), Terceiro (Méier, zona norte), Sexto (Tijuca), 16º (Olaria, zona norte) e 15º (Duque de Caxias, na Baixada Fluminense). Nesses locais, parentes se agrupam na entrada e impedem a saída dos carros da tropa.