Agente federal natural de Cantagalo conduz Eduardo Cunha em Brasília

A agente federal Paula Rodrigues, natural do município de Cantagalo, foi uma das responsáveis pela escolta de Eduardo Cunha em Brasília durante a prisão do ex-deputado  determinada pelo juiz Sérgio Moro nesta quarta-feira (19). O ex-presidente da Câmara dos Deputados foi conduzido pela Polícia Federal até o aeroporto de Brasília onde foi encaminhado para Curitiba.

Foto: Reprodução
A Polícia Federal informou que a prisão de Eduardo Cunha aconteceu em decorrência da Operação Lava Jato e que os policiais o abordaram nas proximidades do prédio onde vive em Brasília. Além de detido, o ex-parlamentar teve 220,6 milhões de reais em bens bloqueados pela Justiça. Cunha apresentava risco as investigações, segundo os procuradores.

O deputado cassado embarcou às 15h em um avião da Polícia Federal (PF) no aeroporto de Brasília com destino a Curitiba, onde permanecerá preso. O avião chegou ao aeroporto, na Região Metropolitana de Curitiba, às 16h45. De lá, Cunha seguiu para a superintendência da PF. 

POR IAGO GUIMARÃES

Veja também: